domingo, 2 de janeiro de 2011

Escolhas


"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos que os vossos caminhos e os meus pensamentos mais altos que os vossos pensamentos" (Is 55.8,9).

Querendo ou não, nossa vida gira em torno de escolhas. Escolhemos com quem vamos casar, onde vamos morar, onde vamos trabalhar, onde vamos congregar, quem será o nosso pastor, quanto filhos vamos ter. Tudo depende das escolhas.

Mas, e quanto a vontade de Deus?

Primeiramente, temos de nos esforçar ao máximo para entender sua soberana vontade. Na maioria das vezes, a vontade de Deus é contrária ao nosso pensamento. O propósito de Deus é abençoar seu povo, enriquecê-lo com sua graça, manifestar o seu amor, perdoar as suas falhas, mas nem sempre isso é facilmente compreendido. Qual a vontade de Deus para minha vida hoje? Meus planos se encaixam nos planos de Deus ou Ele deve ceder seu cronograma a minha vontade? Ceda à vontade de Deus.

Segundo, devemos ter mais contato com Ele para que sua vontade seja-nos revelada. A oração é o meio pelo qual descobrimos a vontade dEle. É a ponte que nos leva ao seu altar e é lá que descobrimos seus projetos celestiais. Que triste para um cristão saber que os seus anos de oração foram em vão porque foram contra a vontade de Deus. Fará Deus sair água da rocha, se hoje temos água que facilmente sai de uma torneira? Cerrará os céus para que não dê água, se Ele mesmo tem provido o ano de estações e tempo para todas as coisas? O caminhoneiro sai de casa e ora para que não chova. O agricultor acorda de madrugada e pede a Deus que chova. A qual dos dois Ele responderá? Diferente de nós, Deus não se confunde.

Terceiro, sua vontade revelada torna-se suas promessas para nós. Quando nossos superiores querem nos promover a lago, eles nos fazem propostas: se você se dedicar a isso, você ganha isso. O que temos de fazer é nos esforçar para realizarmos a vontade de nossos superiores. Em troca ganhamos aumento de salário, a promoção esperada. Automaticamente isso passa a ser uma promessa. O mesmo acontece em nossos relacionamentos com Deus. Suas propostas para nós são as suas promessas. Se ele nos promete que seremos instrumentos em suas mãos, essa é a sua vontade para nós.

Para aprendermos escolher melhor, temos de agir assim: sobre tudo o que formos empreender, devemos orar a Deus para saber qual é a sua vontade a respeito disso ou daquilo, mantermos contato diário com Ele para não sermos surpreendidos com vontades adversas a dEle e receber suas promessas como sua vontade para nós.

Há anos atrás ouvi alguém orar: "Senhor, quando o que eu desejar não for a tua vontade, me livra da minha. eu quero a tua vontade de tal forma que vai ser assim: ela não vai ser a tua vontade, vai ser a minha que por coincidência é a tua e vai ser a tua que por coincidência é a minha. Converte o meu coração, converte a minha mente e me ensina que é só esperar acontecer. É só não parar, é só continuar, e a gente vai viver o plano melhor que é Jesus".

Faça a Deus essa oração hoje também.

Seja qual for a sua escolha, a dEle é sempre melhor. Confie. Até amanhã.

Mais uma vez, orei por ti.

2 comentários:

  1. Meu amigo Pb.Nilonei,Deus se preocupa com cada detalhe de nossas vidas, mesmo com as pequenas coisas. Devemos agradecer todos os dias pelo dom da vida que Deus nos deu, eo mas maravilhoso é saber que Deus com seu zelo orienta nossos passos todos os dias. Feliz 2010! APAZ DO SENHOR.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Lucivaldo. Os planos de Deus a nosso respeito são melhores compreendidos quando o buscamos em oração. O caos de hoje pode ser a benção de amanhã. Tudo depende do quanto nós o conhecemos. Tenha paz!

    ResponderExcluir