sexta-feira, 12 de março de 2010

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

1 de Fevereiro - Adão, O Homem que Esperava Deus

Ninguém pode falar mais de Deus do que Adão. Sinceramente, ninguém jamais desfrutou de um relacionamento tão profundo com Deus do que Adão. Além de ser obra criada pelas mãos do Todo-Poderoso (o que já é de imensa consideração), Adão conseguiu viver um período inédito e único com Deus que jamais foi concedido a qualquer outro ser mortal.
Cumprindo seu plano de trazer a existência aquilo que não existe, em sete dias Deus criou tudo o que hoje nossos olhos podem ver. Ele criou...
as árvores (mangueiras, pereiras, figueiras, cajazeiras, jambuzeiros, castanheiras, seringueiras, coqueiros, etc.)
os animais (macacos, antas, pacas, cutias, veados, búfalos, leões, hienas, zebras, cavalos, jumentos, cães, gatos, periquitos, papagaios, canários, bem-te-vis, curiós, baleias, tubarões, atuns, etc.)
as águas (cachoeiras, córregos, lagos, rios, mares, oceanos, etc.)
um paraíso (um lugar perfeito para receber tudo o que ainda estava na mente de Deus)
o homem (coroa de sua criação, mas não à parte dela - explico depois o que significa isso)
Mas faltava um ser que dominasse sobre tudo isso (daí o princípio de que a partir de duas pessoas, um deve ser líder), que estivesse ligado à criação, mas que estivesse também sobre toda a criação. Deus criou o homem, com um nome, Adão, literalmente "aquele que é feito da terra". Em meio a todos esses encantos, Deus constituiu a Adão como cabeça...
continua

domingo, 31 de janeiro de 2010

sábado, 30 de janeiro de 2010

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

sábado, 23 de janeiro de 2010

23 de Janeiro - Pensando no Céu



"Na casa de meu Pai há muitas moradas" (Jo 14.2).

Antes de ser assunto aos céus, Jesus preparara o coração dos discípulos a respeito de sua ida de volta à casa do Pai. Meio confundidos na época, os discípulos não entendiam as palavras de seu Mestre.

Depois de três anos em companhia do Senhor Jesus, presenciando sua morte e sendo testemunhas oculares de sua ressurreição, Ele é coberto por nuvens e seres celestiais aparecem dizendo que o mesmo que foi visto subir será o mesmo que descerá um dia.

O ardor nos corações dos discípulos aumentara ainda mais quando viram que as palavras de Jesus se cumpriam na íntegra quando milagres, maravilhas e sinais se faziam por meio de suas mãos.

A alma das pregações, a conversa dos irmãos, e até as epístolas (principalmente as de Paulo), tudo era sobre a volta de Jesus. É por isso que, por maior que seja a tribulação que passemos aqui na Terra, não podemos perder a esperança de que Ele virá outra vez.

Porque depois de ter passado por tantas provas aqui na Terra, minha esperança não repousa em nada que é terreno. Descanso nas palavras de Jesus.

Talvez se Ele tivesse ido ao céu sem promessa de voltar, tudo bem; é muito glorioso lhe servir de qualquer forma. Se Ele jamais tivesse dito ou deixado qualquer coisa escrita pra mim, mas se soubesse que Ele existe, eu também ficaria feliz. Todavia, Ele fez muito mais que isso, prometeu vir me buscar.

Ele empenha-se em levar-nos ao lar e não delega esta incumbência a ninguém. Ele envia missionários para pregar a você, Ele manda anjos para proteger você, Ele prepara professores para guiar você, Ele usa cantores para inspirar você, mas não manda ninguém pra levar você.

“Eu voltarei e levarei você para casa”. Voltar para casa! Por mais que sejamos previdente em tudo o que terreno, não ficaremos aqui por muito tempo. Nosso inimigo pode nos perseguir até as portas do céu, mas jamais poderá adentrar. Deus não permitirá. Lá, a casa é de Deus. Um lugar de glória indizível onde as riquezas da terra não podem ser comparadas com aquilo que nos espera.

“As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam” (2Co 2). Que será que eu ainda vi? De quê eu ainda não ouvi falar? E o que será que eu jamais desejei?... Meus pensamentos são vencidos de novo.

A eternidade com Deus porá fim de uma vez por todas com as dores dessa terra. Ele virá outra vez aqui...

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

21 de Janeiro - Vencendo a Ansiedade

"Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé?" (Mt 6.25-30).
Ansiedade é considerado pela ciência como o mal do século. A sensação de incômodo por alguma coisa que falta na hora ou temor por aquilo que pode acontecer. Os estudos comprovam que os principais sintomas são fadiga, insônia, falta de ar ou sensanção de sufoco, picadas nas mãos e nos pés, confusão, instabilidade ou sensação de desmaio, dores no peito e palpitações, afrontamentos, arrepios, suores, frio, mãos úmidas, boca seca, contrações ou tremores incontroláveis, tensão muscular, dores, necessidade urgente de defecar ou urinar, dificuldade em engolir, sensação de ter um "nó" na garganta, dificuldades para relaxar, dificuldades para dormir, leve tontura ou vertigem e vômitos incontroláveis. O caso é sério... mas tem jeito.
No hospital onde Jesus, a solução é muito simples. "Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir"

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

domingo, 17 de janeiro de 2010

17 de Janeiro - Útil a Deus


"Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor" (Rm 12.11).

Por mais que alcancemos a realização pessoas em várias áreas de nossas vidas, nenhuma é tão recompensadora quanto um lugar no Corpo de Cristo. Isso mesmo. Ter um lugar no Corpo de Cristo é a coisa mais importante da vida de um pessoas.

Nada mais gratificante quando encontramos uma utilidade. Que seria a empresa que você trabalha sem alguém como você? Que seria sua família sem você? Quem substituíria vocês nos círculos de amizades?

Se perguntássemos para uma família que se senta à mesa sem o filho mais velho, ela facilmente reclamaria sua ausência.

Se perguntássemos ao executivo sobre sua secretária que faltara serviço, ele teceria várias atividades que foram impossíveis sem a presença dela.

Se perguntássemos para Deus sobre o último culto que faltamos, o que Ele diria? Diria que sentiu falta de nossa adoração? Faltou a nossa voz? Reclamaria nossa ausência? O que fazer quando ninguém sente nossa falta? Você conhece alguém assim? Eu conheço.

Congreguei com uma família por vários anos, até o dia em que sua despedida foi anunciada. Para minha surpresa, nenhuma lágrima foi derramada, nenhuma palavra de agradecimento, nenhum sentimento de perda. Decorrido alguns dias de sua partida, ninguém lembrava deles, nenhum comentário se ouviu, nenhum tema de conversa relacionava-se com a ida daquela família. Eu lhe pergunto: será que não é assim que Deus vê alguns de nós? O Salmo 1 responde a nossa pergunta: "Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha. Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos. Porque o Senhor conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá" (vv. 4-6). Lembra do irmão problemático da Igreja? O Senhor conhecia o seu caminho! Lembra do líder motinador? O Senhor o conhecia! Aos olhos de Deus ninguém escapa. Ele "conhece os que são seus". Nenhum "ímpio subsistirá no juízo, nem os pecadores na congregação do justo". Que palavra dura, não?

Está na hora de encontrarmos uma utilidade para com Deus, ou então, seremos "como a moinha que o vento espalha". O que você pode oferecer hoje ao Senhor?

Seu talento?

Sua voz?

Sua pregação?

Sua contribuição?

Sua oração?

Seu jejum?

Seu louvor?

Seu dízimo?

Uma visita?

Um folheto?

Alguma coisa você tem que fazer para Deus. "Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor". Encontre algo a fazer para Deus e entregue-se a esse serviço. Vai deixar alguém tomar o seu lugar? Vai esperar que outro faça o que é para você fazer? Vai deixar passar a oportunidade de apresentar alguma obra para Deus? Reaja, seja útil ao Senhor!

Até amanhã.

sábado, 16 de janeiro de 2010

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

terça-feira, 12 de janeiro de 2010